quarta-feira, 15 de abril de 2020

CURIOSIDADES SOBRE O JOGO AMARELINHA

Origem do jogo

A amarelinha é provavelmente um dos jogos infantis mais antigos .
O nome "amarelinha" vem do antigo "mereau" francês, que designava o símbolo ou o disco ou outra pedra achatada que é movida pelo jogador de caixa em caixa e que deve ser evitada saltando. Mais tarde "mereau" tornou-se "merele" e, no Brasil, "amarelinha".


Uma ilustração do jogo  foi encontrada foi encontrada em um andar do fórum de Roma em um e ainda é visível hoje. Ou seja, se este jogo é antigo ou mesmo antigo! Não apenas praticado na Itália, acredita-se que os soldados romanos durante a conquista do território devem ter ensinado esse jogo aos povos encontrados. Na época,e até o século XIX, era praticado por adultos. Foi no início do século XX que o jogo de amarelinha se tornou o um dos jogos favoritos  de crianças em todo o mundo.






Acessível a todos: jovens, idosos,este jogo se tornou muito popular.

Benefícios da amarelinha:

-Vivenciar diferentes tipos de equilíbrio;
- Apropriar-se da sequência numérica e da escrita de números;
- Seguir as regras propostas do jogo;
- Pensar em diferentes percursos e estratégias durante o jogo;
- Projetar e construir sequências de movimentos levando em conta os seus limites corporais e os dos colegas;
- Perceber os efeitos da atividade física no ritmo de frequência cardíaca, observadas nas atividades em velocidade.





Como brincar


É um jogo fácil de implementar: um ou mais gizes de calçada para os mais criativos e pronto.
Podem ter formatos de caracol, quadrado e geométricos, que lembram o corpo de um boneco. A quantidade de casas pode também variar.

As palavras céu e inferno podem ser escritas no começo e no final do desenho, que é marcado no chão com giz, tinta ou graveto.


Existem variantes de amarelinha em que há áreas de descanso (local onde se pode pisar com os dois pés, por exemplo) nas laterais.

Usando pedra, caco, saquinho, ou algum objeto mais pesado, os participantes pulam amarelinha saltando (com um e dois pés).
Alguns outros nomes da amarelinha em diferentes regiões do Brasil: macaca, avião, academia, cademia, sapata, amarelinha, tô-tá, xadrez, macacão, cancão.

Com um giz  desenhar o diagrama composto de 10 quadros, e depois numerá-los de 1 a 10, com diferentes cores de giz.

Para começar a jogar, a criança deve se posicionar de costas, atrás do primeiro quadrado, e atirar o marcador. A casa onde cair o marcador será o quadrado em que a criança não poderá pisar.

A criança começará o circuito da amarelinha pulando com um (nas casas solitárias) ou dois pés (nas casas duplas) segundo a posição dos quadrados. O objetivo é, sem pisar na casa onde está o marcador, que a criança percorra pulando a amarelinha até o número 10, pegue o marcador e volte.

Se a criança errar, ou seja, não conseguir se equilibrar para pegar o marcador, então será a vez do próximo jogador.

Será vencedora a criança que consiga completar todo o percurso primeiro, ou seja, que vá e volte trazendo o marcador, sem se desequilibrar.

Idade recomendada: a partir dos 4 anos.

Onde brincar: pátio, calçadas, na praia (na terra molhada), nas praças ou quadras de esporte.
Quantos participantes: a partir de dois.

Material necessário: giz ou graveto ( para desenhar na terra)< pedrinhas, cascas de árvore, saquinhos de areia.




Tipos de amarelinha

 É possível inovar neste jogo, fazendo amarelinhas com formatos diferentes, para facilitar ou dificultar a brincadeira, segundo o tamanho e as capacidades das crianças.