terça-feira, 18 de julho de 2017

Hans Christian Andersen em 7 livros imperdíveis

Por Christiane Angelotti

Sobre os contos de fadas

 “Há um significado mais profundo nos contos de fadas que me contaram na infância do que na verdade que a vida ensina.”Friedrich von Schiller

O que é?

Os contos de fadas são considerados uma forma de literatura das mais antigas, que tiveram origem nas histórias transmitidas pela oralidade, muitas delas parte do folclore popular e que cumprem a função de expor a criança a situações que provocam desejos, curiosidade e medos, possibilitando que elas participem de problemas vinculados à realidade.

A principal característica dessas narrativas é o triunfo do herói (ou heroína) sobre o mal, porém essa vitória não se dá sem que a personagem da história tenha que enfrentar e vencer grandes obstáculos. Outra característica marcante é a presença de cenário mágico/sobrenatural, com magias e encantamentos e, muitas vezes, com personagens sendo animais falantes ou personagens do folclore.

O papel dos contos de fadas

Na literatura infantil, os contos de fadas são instrumentos importantes para que a criança aprenda a lidar com seus próprios sentimentos, se coloque no lugar do outro, desenvolva soluções para conflitos inerentes do ser humano. Além de alimentar o imaginário, do seu poder de provocar encantamento, esse tipo de narrativa tem a possibilidade de trabalhar com sentimentos e emoções, mesmo em nível inconsciente. Não é exagero afirmar que os contos de fada, tão estudados pela Psicanálise, possuem imensa riqueza simbólica. E não tenhamos medo ao apresentá-lo às crianças, pois mesmo nas histórias mais assustadoras as crianças só assimilam aquilo que têm capacidade de lidar.

Bibliografia: 
COELHO, N. N.Literatura infantil: teoria, análise, didática. 1 ed. São Paulo: Moderna, 2000.
______ . O conto de fadas: símbolos mitos arquétipos. São Paulo: DCL, 2003. 

Ver também:
Por que contar contos de fadas

Conheça a seguir algumas coletâneas inspiradas nos contos clássicos de Hans Christian Andersen.

Minimaginário de Andersen

Autor: Hans Christian Andersen
Ilustrador: Salmo Dansa
Editora: Companhia das Letras

Uma bela edição em capa dura que traz um delicado relicário do Soldadinho de Chumbo, uma das obras mais famosas do autor, com texto de apresentação escrito por Katia Canton, autora e estudiosa em literatura infantojuvenil, o livro é um convite para conhecer ou reler a obra do pai da literatura infantojuvenil.

A obra reúne uma coletânea com algumas das histórias mais conhecidas de Andersen em pequeno formato. As ilustrações de Salmo Dansa são feitas com materiais ligados ao tema de cada história.



Contos de Hans Christian Andersen

Autor: Hans Christian Andersen
Tradutor: Silva Duarte
Prefácio e comentários: Nely Novaes Coelho
Editora: Paulinas

A obra reúne oitenta contos traduzidos diretamente do dinamarquês para o português por Silva Duarte – estudioso e pesquisador português especialista em literatura da Dinamarca. Em seu trabalho de tradução para o português da obra de Andersen, João Silva Duarte traduziu todos os 156 contos de Andersen, divididos e publicados em dois volumes. Para a edição brasileira, a editora Paulinas pediu para a professora Nelly Novaes Coelho que fizesse a seleção e notas dos contos mais conhecidos e importantes do autor.

As obras de Andersen traduzidas no Brasil como “A Polegarzinha”, “O soldadinho de chumbo” e “O Patinho feio” eram traduzidas ou adaptadas de edições inglesas, francesas e alemãs. Nesta edição há mais fidelidade ao texto literário original e apresenta ao leitor, entre os 80 contos escolhidos, algumas histórias completamente desconhecidas do público brasileiro. Ao final de cada conto, a pesquisadora Nelly Novaes Coelho comenta sobre as histórias e as tradições das quais Andersen faz referência.


Era uma vez Andersen

Autora: Katia Canton
Editora: DCL

A obra reúne 6 contos de Hans Christian Andersen, “o pai do conto de fadas moderno”, adaptados por Katia Canton, além de trazer a biografia do autor em forma de conto.

As ilustrações de artistas plástico contemporâneos dialogam com as imagens antigas de Vilhelm Pedersen, que ilustrou a edição original de Andersen.







Os mais belos contos de Andersen

Autor: Hans Christian Andersen
Tradução: Marcos Maffei
Ilustração: Silke Leffler
Editora Salamandra

A obra propõe um mergulho nos contos e personagens de Andersen. Com ilustrações da alemã Silke Leffler, o livro traz 13 clássicos do autor apresentados de maneira surpreendente.

Andersen publicou seu primeiro conto aos 17 anos. Em toda sua vida, escreveu 156 contos, mas só fez sucesso com o público infantil depois dos 40 anos.






Histórias do Cisne

Autor: Hans Christian Andersen
Ilustrador: Chris Riddell
Editora Companhia das Letras

A magia dos contos de Andersen estão representadas nesta obra que reúne 12 narrativas escolhidas. Entre elas a sua primeira publicação “O soldadinho de chumbo”, além do conto “O patinho feio”. Há rumores de que a história "O Patinho Feio" tenha sido baseada em sua própria experiência pessoal.

Com ilustrações primorosas, Chris Ridell enriquece a obra misturando ora imagens em preto e branco, ora imagens coloridas.





Histórias Maravilhosas De Andersen

Autor: Hans Christian Andersen
Ilustrador: Vários ilustradores
Editora: Companhia das Letras

O livro Histórias maravilhosas de Andersen apresenta algumas das narrativas clássicas do escritor dinamarquês, acompanhadas por ilustrações realizadas ao longo das várias edições de suas histórias desde 1848. O livro reúne 9 contos do autor, entre eles os famosos “A pequena sereia”, “A roupa nova do rei” e “O patinho feio”.