quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Aleitamento Materno para prevenir a Obesidade Infantil

Por Ariane Bomgosto 


"Young Mother Nursing Her Child" by Mary Cassatt, 1906

Por que o leite materno é um fator de proteção contra o desenvolvimento da obesidade infantil?

  1. O leite materno tem, em sua composição, alguns hormônios. Entre estes, a leptina. Ela inibe o apetite, o que leva a crer que os bebês amamentados no seio podem desenvolver melhor a comunicação do cérebro com os hormônios da fome e da saciedade.
  2. O maior consumo de proteínas pelos bebês alimentados com fórmulas infantis poderia estar relacionado a uma maior probabilidade do desenvolvimento de obesidade infantil dentro deste grupo.
  3. Quando a criança é amamentada, ela tem maior controle sobre a quantidade que o seu organismo “pede” para se sentir satisfeito. Já quando é alimentada por fórmulas infantis, os pais acabam por determinar a quantidade que acham necessária. Estudos demonstram que quando os pais são controladores sobre as quantidades que acham que o filho deve comer (como situações “você não levanta da mesa enquanto não comer tudo”), a criança pode ter um prejuízo no desenvolvimento dos mecanismos de percepção correta das sensações de fome e saciedade, o que pede levar, mais tarde, ao ganho de peso.
A recomendação do Ministério da Saúde é que o bebê permaneça em aleitamento exclusivo (sem água, inclusive) até os seis meses de idade. Saúde para os nossos filhos. As mamães são e devem ser agentes ativos na prevenção da obesidade infantil.

A nutrição saudável do seu filho começa ainda quando ele está na sua barriga e deve ser seguida ao longo de toda a infância. Este é o maior presente que você pode dar a ele!

Ariane Bomgosto é nutricionista.
Instagram: @nutricionistaarianebomgosto e @nutricaoeequilibrio